sábado, 29 de junho de 2013

Exposição de Itaocara-RJ cancelada: “dinheiro que seria gasto na exposição irá centralmente para a saúde…”


Este é o primeiro ano do Governo do Povo. Começamos a governar, que bom, justamente no momento em que o país sai as ruas cobrando dos governantes inversão completa nas prioridades políticas.
Este ano, nos antecipando a onda nacional pelos “20 centavos” (e por todas as outras questões), implementamos o passe livre. Foi uma primeira demonstração de inversão de prioridades. Estamos em um momento de resolver os problemas com o funcionalismo, tentando trocar ao máximo os contratos por concursos públicos e processo seletivo.
Na cultura, mantivemos a tradição itaocarense e fizemos um ótimo carnaval, que trouxe muita gente à nossa cidade, fazendo circular dinheiro e aquecendo nossa economia. Mais que dobramos o subsídio às festas tradicionais do nosso calendário (Desperta Itaocara e Festa de São José de Leonissa). Ano passado foram 22 e 60 mil reais de ajuda, este ano foram 63 e 97 mil em dinheiro, fora a estrutura bancada que eleva esses valores em quase 20%. As festas dos distritos que antes recebiam um subsídio de 5 mil reais, este ano passaram a receber 10 mil reais em dinheiro e pelo menos mais 10 mil reais em estrutura.
O país está mudando, e isso é muito bom. Em nosso discernimento cabe aproveitarmos esse momento para contribuirmos com essa mudança também. Por isso resolvemos cancelar a exposição agropecuária e industrial de Itaocara deste ano. Os valores dos shows, do rodeio e de toda a estrutura da festa não nos permitem fazer este gasto agora. Estamos trabalhando este ano com um orçamento que não foi elaborado por nós. Cabe a nós, governo e povo, elaborarmos o orçamento do ano que vem conjuntamente e prevermos os gastos para cada área.
Obviamente, o dinheiro que seria gasto na exposição irá centralmente para a saúde, que é justamente a área mais sensível e urgente do país, do estado e da nossa cidade. Nossas escolas também passam por uma situação difícil e é urgente começar um plano de reformas nas escolas. É claro que isto não vai resolver definitivamente os problemas que temos nas diversas áreas, que são históricos e estruturais. Mas se reduzir o sofrimento da população mais carente, já terá valido a pena.
Ano que vem repetiremos um ótimo carnaval, faremos todos os subsídios das festas tradicionais do nosso calendário e dos distritos e faremos uma ótima exposição, com mais tranquilidade e com toda a economia possível.
Sabemos que tal decisão não será unânime, mas acreditamos que, com este ato, estamos nos ligando ao sentimento geral da população do país, do estado e de Itaocara.
Gelsimar Gonzaga e Juninho Figueira
Prefeito e Vice-prefeito de Itaocara.

Nenhum comentário:

Postar um comentário