sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Gil Vianna e Nildo Cardoso fecham parcerias na Secretaria de Agricultura

O encontro aconteceu na tarde desta quarta, na sede da Secretaria de Agricultura



O secretário estadual de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, Jair Bittencourt, recebeu o deputado estadual, Gil Vianna, e o superintendente de Agricultura e Pecuária de Campos, Nildo Cardoso, para tratar do fechamento de parcerias. Os convênios foram firmados por meio de órgãos como a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro (Pesagro-RJ) e Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Rio de Janeiro (Emater-RJ), principalmente.

O encontro aconteceu na tarde desta quarta-feira (8), na sede da Secretaria de Agricultura. Nildo garantiu que o município receberá já nos próximos dias a patrulha mecanizada, da Emater, cujo compromisso foi selado com o prefeito de Campos, Rafael Diniz.
– A princípio, o município vai assumir as responsabilidades com as despesas da patrulha mecanizada por um prazo de 90 dias. Depois disso, os gastos ficarão por conta do Estado, já que existe convênio entre o Banco Mundial e o próprio Governo do Estado – explicou o superintendente.
O programa Patrulha Mecanizada consiste na desobstrução e reconstrução de pontos críticos de vias vicinais, que ligam zonas rurais às rodovias, facilitando o escoamento da produção agrícola.
PESAGRO
A parceria com a Pesagro, segundo Nildo, está em andamento e visa oferecer alternativas para os pequenos e médios produtores da região, tendo em vista as dificuldades por que passa o setor de álcool e açúcar.
– Abrimos também parceria com a Pesagro para que os produtores de Campos possam utilizar os cerca de 20 alquebres de terra daquele órgão para plantar soja em fase experimental e, depois, numa escala maior. A época do plantio começa em março e o retorno é rápido, leva em torno de 5 meses – garantiu o superintendente.
De acordo com Nildo, outros produtos como milho e feijão serão plantados, mas a soja será o caminho principal, tendo em vista que o Porto do Açu será responsável por ecoar a produção de soja da região Sudeste e parte da produção até mesmo do Mato Grosso, principal produtor do produto do país.
Gil Vianna destacou que a Pesagro desenvolveu pesquisas que se destacaram na aérea da soja, com resultados muito satisfatórios e bem próximos ao que se produz no Mato Grosso.
– Além disso, ficou acordado que esses produtores receberão apoio técnico da Prefeitura de Campos, que fará a análise do solo de cada produtor. Quando ao pequeno produtor, a Prefeitura de Campos tem outros projetos em andamento e que estão sendo fortalecidos e ampliados como o da Fruticultura, visando ofertar mudas de hortaliças para atender as hortas e as necessidades dos assentados. Todos estão sendo lembrados – explicou o deputado estadual.
Fonte: Ascom 

Nenhum comentário:

Postar um comentário