sábado, 11 de fevereiro de 2017

Ministro da Defesa faz apelo aos policiais do ES: "Honrem suas fardas e venham para as ruas para defender o povo"

Número de militares das Forças Armadas e Força Nacional já passa dos 3.000 no Estado



O ministro da Defesa, Raul Jungmann, fez um apelo aos policiais militares do Espírito Santo no 38º Batalhão da Infantaria, em Vila Velha, neste sábado (11), para que eles voltem ao trabalho.
— Fazemos um apelo aos policiais que honrem as fardas e que honrem seu juramento e que venham para as ruas para defender o povo.
Jungmann disse ainda que a região de Grande Vitória começa a voltar à normalidade, após a chegada das forças nacionais, mas se recusou a responder durante a coletiva de imprensa.
Ao todo, 3130 homens das Forças Armadas e Força Nacional atuam na segurança capixaba e sem prazo para permanecer no Estado. Os militares também contam com mais de 180 veículos, três helicópteros e sete veículos blindados.
O ministro acompanha os desdobramentos da Operação Capixaba, na qual aeronaves da FAB (Força Aérea Brasileira) que transportam militares e material para o Estado.
Junto com os ministros do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen, e da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, Jungmann cumprirá agenda na sede do 38º Batalhão de Infantaria, em Vila Velha, onde receberá informações dos desdobramentos da Operação Capixaba por parte do general Adilson Katibe.
Depois, seguirá para encontro com o governador do estado licenciado, Paulo Hartung, e o governador em exercício, Cesar Colnago, residência oficial localizada na Praia da Costa.
Até as 10h deste sábado, o número de mortes violentas no Espírito Santo registradas durante o motim de policias subiu para 137, segundo o Sindipol (Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Espírito Santo).
As mulheres e mães de policiais militares que estão acampadas há oito dias em frente aos batalhões do Espírito Santo impedindo a saída de viaturas continuam seu protesto na manhã de hoje. Elas dizem que não vão recuar do ato por melhores salários e permanecem em frente aos quartéis bloqueando a saída dos policiais.
O governo do Espírito Santo anunciou na noite de ontem (10) a assinatura de um acordo com as associações que representam os policiais militares capixabas para suspender a paralisação dos agentes e para que eles retonassem suas atividades neste sábado, a partir das 7h. O governo informou que aqueles que retornassem até este horário não seriam punidos administrativamente.
As mulheres dos policiais não participaram da negociação com o governo. No acordo firmado na noite de ontem, o governo não concedeu aumento salarial. Na proposta apresentada pelas mulheres, elas pediam 20% de reajuste imediato e 23% de reajuste escalonado.
Fonte R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário