quinta-feira, 2 de março de 2017

BLOG HISTÓRIA: O TRÁGICO FIM DO GOVERNADOR ROBERTO SILVEIRA


Roberto Silveira é o de terno preto 
Nascido na cidade de Bom Jesus do Itabapoana, mais precisamente no distrito de Calheiros, aqui na região Noroeste do estado do Rio, em 11 de junho de 1923, Roberto Teixeira da Silveira cursou jornalismo e até chegou a exercer a profissão. No entanto, em 1945, filiou-se ao PTB e ingressou na vida política. Já em 1954 foi eleito vice-governador do estado, na chapa de Miguel Couto Filho.

Nas eleições para o cargo de governador em outubro de 1958, foi eleito com expressiva maioria e tomou posse em 31 de janeiro de 1959. A sua ascensão meteórica o apontava como provável sucessor de João Goulart na liderança do PTB.

Quis o destino que uma “fatalidade” interrompesse a sua vida e o futuro político. Ao decolar de helicóptero do Palácio Rio Negro, em Petrópolis, a aeronave colidiu com uma das palmeiras que circundam os jardins do palácio. Os graves ferimentos causados pela queda do aparelho, como queimaduras e hemorragias, o levaram a óbito em 28 de fevereiro de 1961, aos 37 anos, oito dias após o fato ocorrido. Na véspera do acidente ele recebeu uma informação que a cidade de Santo Antônio de Pádua estava totalmente inundada pelas cheias do rio Pomba. Solicitou um helicóptero para ir verificar, ele próprio, no dia seguinte, a situação do município.
Badger e Roberto 

Badger da Silveira, seu irmão, foi eleito governador do estado nas eleições de 1962, tendo exercido o cargo em 1963 e 1964, quando foi cassado após o golpe militar de 31 de março. Badger faleceu em 9 de maio de 1999, aos 83 anos. Seu filho, Jorge Roberto Silveira, que tinha oito anos quando de sua morte, também entrou na vida pública e já foi prefeito de Niterói por mais de duas vezes.

Ao longo dos anos foi levantada a hipótese, até hoje não comprovada, que o governador pode ter sido vítima de um atentado. O saudoso político empresta o seu nome a diversas ruas e avenidas por todo o estado do Rio. Aqui em Miracema temos a Rua Governador Roberto Silveira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário