domingo, 12 de março de 2017

Mario Gomes: os altos e baixos de um galã que teve a carreira atrapalhada por um boato

Ator voltou a ser notícia ao ser flagrado vendendo sanduíche na praia





Mario Gomes não está na pior. A entrevista que o ator concedeu ao jornal Extra nesta semana levava a crer que o ator estaria passando por um mau momento pessoal e profissional, por isso teria recorrido à venda de sanduíches na praia do Joá, no Rio de Janeiro.

Mas embora não goze do prestígio do passado e nem seja mais tão requisitado para trabalhar na TV, Mário reforça que os tempos áureos geraram frutos suficientes para que ele tenha uma vida confortável, numa casa de 850 metros a poucos quilometros do lugar onde ele foi entrevistado e vendendo hamburguer. Lá ele mora com a mulher, Raquel Palma, e seus filhos, João, Catarina, 7, Talita, 25, e Linda, 21 - essas duas de seu primeiro casamento.

Aliás, investir em atividades paralelas é uma constante na vida do ex-galã, que já se aventurou na área de confecção, na música e com hortas orgânicas. A ampliação dos horizontes veio principalmente depois dos boatos que quase fizeram com que ele desistisse da carreira.

Em 1977, Mario vivia o auge da sua trajetória, como o personagem Dino Cesar, na novela Duas Vidas. Na trama, ele compunha um triângulo amoroso com Betty Faria e Francisco Cuoco. Mas a relação com a atriz virou realidade também fora das telas. O problema é que ela era casada com Daniel Filho.



Ao descobrir o caso extraconjugal, o diretor teria supostamente plantado na mídia o boato de que Mario teria sido internado com uma cenoura entalada nas partes íntimas. O caso foi tomado como verdadeiro por muitos fãs do ator.

A notícia não estragou a carreira dele imediatamente, mas fez o ator sofrer com síndrome do pânico e, aos poucos, perder espaço nas novelas da TV Globo, onde foi demitido pela primeira vez em 84 por "mau comportamento". O último papel dele na emissora carioca foi em 2008, em "A Favorita". Mas antes, passou diversos períodos fora da TV ou na geladeira. Além disso, trabalhou na Record e participou da série "Magnífica 70", da HBO




No entanto, ter uma carreira atribulada auxiliou no fato de Mario nunca pensar em ficar parado. O ator topa qualquer desafio e cria maneiras de agir em novas frentes e diversificar o cotidiano.

E na matéria do jornal carioca fica claro que Mario está longe de ser infeliz com a nova atividade, onde aparece vendendo sanduíches ao lado do filho de dez anos, que toca violão enquanto o pai trabalha.

Pelo contrário, ele diz que tem estudado bastante para abrir uma franquia de food trucks e a exposição na mídia fez com que empresas especializadas entrassem em contato com para parcerias e projetos. 

Ao contrário de outras celebridades que muitas vezes aparecem trabalhando em áreas que nada têm a ver com a TV, Mario está na batalha não por desespero, mas por há muito tempo ter noção de que a vida dele não depende só da exposição midiática e que ter alternativas é o que mantem a mente são e a estabilidade financeira, algo que a maioria dos atores perseguem a vida toda

Fonte R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário