quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Prefeita de Quissamã anuncia secretariado

A cerimônia de posse acontece no próximo domingo (1º), às 19h, na localidade de Machadinha


A prefeita eleita de Quissamã, Fátima Pacheco (PTN), anunciou na manhã desta terça-feira (27) o secretariado para a gestão 2017/2020. Em coletiva, ela destacou ainda as informações obtidas durante o período de transição, iniciado logo após as eleições de outubro, e ressaltou as ações que serão implementadas no novo governo. A cerimônia de posse acontece no próximo domingo (1º), às 19h, na localidade de Machadinha.



Ao lado do vice Marcelo Batista (PMDB), Fátima frisou que os dados apresentados na transição são preocupantes. “A previsão do orçamento do próximo ano é de R$ 165 milhões. As dívidas estão na casa de R$ 80 milhões, metade desse valor só com a Previdência. A despesa anual da Prefeitura gira em torno de R$ 210 milhões. Desta forma, entraremos com déficit estimado de R$ 45 milhões. Acrescente a isso o fato de a Prefeitura já ter ultrapassado o limite legal com a folha de pagamento de servidores”, resumiu.
A prefeita eleita ressaltou que a situação vai exigir medidas firmes nos primeiros dias de sua administração. “Vamos trabalhar com coragem, determinação e austeridade, mas sem perder nossa marca principal, que é o acolhimento. Teremos contato direto com a comunidade, que será parceira nas transformações que vão colocar Quissamã no caminho de dias melhores”, completou.
Na formação do secretariado, Fátima deu atenção especial aos servidores de carreira. O vice Marcelo Batista, concursado na Prefeitura há mais de 20 anos, por exemplo, responderá pela secretaria de Obras, Serviços Públicos e Urbanismo. Os demais integrantes são: Luciano Lourenço (Chefe de Gabinete), Gabriel Siqueira (Procuradoria Geral), Luiz Felippe Klem (Controladoria Geral), Marcio Pessanha (Governo), Leilson Lyra (Fazenda), Robson Serra (Educação), Linaldo Lyra (Saúde), Tânia Regina Magalhães (Assistência Social), Arnaldo Mattoso (Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo) e Ailton Rodrigues (Agricultura, Meio Ambiente e Pesca).
Fonte: Ascom

Nenhum comentário:

Postar um comentário