quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Bloqueio à febre amarela começa na próxima segunda em distritos de Campos - RJ

Distritos de Santo Eduardo e Santa Maria fazem parte de bloqueio



A secretaria de Saúde de Campos, através da coordenação em Vigilância em Saúde, participará nesta quinta-feira (26), da reunião onde serão discutidas as estratégias para vacinação de bloqueio contra a febre amarela no Estado do Rio. Em Campos, a coordenadora da Vigilância em Saúde, Andréya Moreira, confirma que os distritos de Santo Eduardo e Santa Maria fazem parte da área de bloqueio.


O Estado nos adiantou que Campos, assim como os municípios de São Francisco de Itabapoana, Itaperuna, Sapucaia, Três Rios e Paraíba do Sul, serão definidas ações específicas nas localidades de bloqueio. A partir desta reunião saberemos quais estratégias serão intensificadas e continuaremos também com a vacinação mediante os critérios do Ministério da Saúde – ressaltou.
A reunião, que acontecerá em Miracema, contará também com representantes dos municípios de Bom Jesus do Itabapoana, Cantagalo, Carmo, Comendador Levy Gasparian, Itaperuna, Laje do Muriaé, Natividade, Paraíba do Sul, Porciúncula, Santo Antônio de Pádua, São Francisco de Itabapoana, Sapucaia, Três Rios e Varre-Sai.
De acordo com os dados do Estado divulgados em nota a estes municípios, até a última segunda-feira, dia 23, foram notificados 421 casos suspeitos de febre amarela, com 87 óbitos em quatro estados (Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia e São Paulo), além do Distrito Federal. Minas Gerais é o estado com o maior número de registros até o momento. Foram 391 casos suspeitos em 39 municípios, com 58 já confirmados. Deste total, 31 evoluíram para óbitos.
Os critérios para a definição das escolhas destes municípios foram analisados pela secretaria de Estado como: os municípios que fazem divisa com os estados de Minas Gerais e Espírito Santo, pertencentes às regiões Norte, Noroeste, Serrana e Centro Sul, tendo como principal critério a proximidade com as áreas de surto da doença em Minas Gerais.
Andréya explicou, ainda, que Campos já vacinou apenas neste mês de janeiro contra a febre amarela, o mesmo número correspondente a todo ano de 2016.
– As pessoas devem estar atentas aos critérios de vacinação. Estão sendo divulgadas em redes sociais muitas informações que não estão de acordo com as determinações que devemos seguir – frisou.
Fonte: Comunicação/PMCG

Nenhum comentário:

Postar um comentário