terça-feira, 21 de março de 2017

.Operação Machadada: justiça condena Carla Machado e Neco

Também foram condenados o vice-prefeito de SJB e atual secretário de Meio Ambiente






A justiça condenou a prefeita de São João da Barra, Carla Machado (PP), o ex-prefeito José Amaro Martins de Souza, o Neco (PMDB) e Alexandre Rosa (PRB) a oito anos de inelegibilidade, a contar de 2012. Também foram condenados Alexandre Rosa, o vice-prefeito e Alex Firme, vereador licenciado e atual secretário de Meio Ambiente da cidade. A sentença foi expedida pelo juiz Leonardo Cajueiro d’Azevedo em primeira instância da Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije), também conhecida como Operação Machadada, nesta segunda-feira (20).

Apesar da condenação, a prefeita, seu vice e o vereador permanecerão em seus cargos pois os registros foram deferidos antes da sentença.
RELEMBRE
O Ministério Público Federal ofereceu denúncia contra os envolvidos na Operação Machadada, realizada em 2012, em São João da Barra. O alvo das investigações é a ex-prefeita Carla Machado. Seis envolvidos no esquema são acusados de formação de quadrilha pela Procuradoria Regional Eleitoral. Entre eles, a ex-prefeita, o atual prefeito Neco e o vice-prefeito, Alexandre Barbosa, além de dois vereadores e dois candidatos à Câmara.
O caso foi divulgado em outubro de 2012, quando a Polícia Federal denunciou um esquema de compra de votos em São João da Barra. Segundo as investigações, candidatos a vereador de oposição teriam desistido de concorrer nas eleições municipais em troca de dinheiro e benefícios.
Em uma das gravações feitas pela Polícia Federal, a ex-prefeita Carla Machado estaria negociando com um candidato o valor que seria pago caso ele desistisse da candidatura. Carla Machado e Alexandre Rosa chegaram a ser presos, mas foram soltos depois de pagarem fiança. Os advogados de Carla Machado, Neco e Alexandre Rosa informaram que eles só vão se manifestar depois que forem notificados.
Fonte Campos 24h

Nenhum comentário:

Postar um comentário