quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

PREFEITOS QUE NÃO SE REELEGERAM SOMEM DE SUAS CIDADES!

Depois de Mesquita, outras cidades da Baixada também têm prefeitos desaparecidos

Prefeitos de Nova Iguaçu, Caxias, Belford Roxo e Meriti não são encontrados em seus gabinetes

Leozinho Prefeito de Italva-RJ esta sumido a vários meses desde agosto não vai a prefeitura


RIO - O desaparecimento do prefeito de Mesquita, Gelsinho Guerreiro (PRB) — que há mais de dois meses não é visto na sede do governo —, parece ter contaminado outros chefes de Executivo da Baixada Fluminense. Nesta quarta-feira, nem o prefeito de São João de Meriti, nem o de Nova Iguaçu, nem o de Caxias e tampouco o de Belford Roxo foram encontrados em seus gabinetes, como mostrou o “RJTV”, da Rede Globo. Para piorar, em todas essas cidades, funcionários estão com os salários atrasados.

Em Belford Roxo, servidores informaram na sede do governo que o prefeito Dennis Dauttmam (PCdoB) não aparece há três semanas. Uma funcionária do gabinete confirmou:
— Ele não tem vindo, não.
o município, há salários atrasados há três meses. Dauttmam não concorreu à reeleição.

Em Caxias, servidores disseram que o prefeito Alexandre Cardoso (PSD) não estava, mas tem aparecido “para tratar de assuntos de funcionalismo, e só”.
— Se você tiver tempo e achar que é viável, fica sentada ali, de plantão — sugeriu um atendente à repórter.

O mesmo clima de fim de festa era verificado em Nova Iguaçu. Na sede do governo, ninguém sabia dizer se o prefeito Nelson Bornier (PMDB), que perdeu a reeleição, estava no prédio. Num imóvel próximo, muitas pessoas esperavam uma chance de se reunir com ele.

Em Meriti, um funcionário foi bem sincero quanto à possibilidade de falar com o prefeito Sandro Matos (PHS):

— Falar com ele, final de governo, fica mais difícil.
Seu gabinete, cheio de objetos pelo chão, parecia abandonado.

A prefeitura de Caxias afirmou que Alexandre Cardoso tem cumprido uma agenda diária. Já a de Nova Iguaçu garantiu que Bornier é o primeiro a chegar e o último a sair da sede do governo. A de Meriti informou que Sandro Matos esteve em Brasília. Nas prefeituras de Belford Roxo e de Mesquita, ninguém atendeu as ligações.

Aqui no município de Italva  o Prefeito Leonardo Guimarães, não  vai a prefeitura desde Agosto, os salários encontram-se atrasados e o 13º ainda não foi pago a todos os funcionários.

Pelo que podemos ver a onda pegou em final de governo o sumiço dos Prefeitos que não foram reeleitos. Aperte os cintos,  pois o piloto digo os prefeitos sumiram e deixaram os funcionários e principalmente a população de suas cidades em situações criticas..






Nenhum comentário:

Postar um comentário